CD Aves parece recuperar os pontos perdidos

0

Feirense   0   –   1   CD Aves

CD Aves parece  recuperar os pontos perdidos

Os jogos duram 90 minutos e o Aves aproveitou essa verdade feita do futebol para garantir três preciosos pontos em Santa Maria da Feira. O jogo teve equilíbrio, uma expulsão, que chegou na sequência de agressividade nem sempre bem gerida, e um herói saído do banco, que fez o resultado em 0x1. Para o Feirense, fica mais um resultado negativo e o descontentamento já é evidente.

Foi, quase sempre, um jogo de equilíbrios. Defensivos, principalmente. As duas equipas estiveram sempre mais organizadas atrás do que inspiradas lá na frente. A maior parte dos lances até tinha uma boa intenção por trás, mas a definição não acompanhava a ideia. Na primeira parte, ainda assim, houve mais Aves. A equipa de Lito criou a maior parte das oportunidades, sendo que a velocidade de Agra foi sempre um problema não resolvido pela organização feirense. Do lado dos da casa, um ou outro lance perigoso – Etebo esteve particularmente desinspirado – e pouco mais. Intervalo.

No segundo tempo, a inspiração voltou a não estar muito presente, ainda que o espaço, por força do desgaste natural das equipas, tenha aparecido. O Feirense apareceu com outra disponibilidade atacante e o Aves, menos objetivo, passou por mais dificuldades. Isto tudo até à expulsão de Machado, que mudou o rumo da segunda parte do segundo tempo. Os comandados de Lito arriscaram e o jogo ficou mais partido. O Feirense também tinha espaço para as transições.

As oportunidades sucediam-se  nas duas balizas, com Caio e Quim a mostrarem-se garantes de segurança e qualidade. Acabou por ser um argentino a desatar o nó. Lançado por Vidigal para a frente de ataque avense, Falcone fez um golo à ponta de lança e garantiu os três pontos. Mais à frente, o argentino ainda tentou o segundo, mas já não era preciso.

Share.

Leave A Reply