Festival Internacional de órgãos regressa dia 18.

0

Iniciativa promove concertos em vários espaços do património de Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão

A quinta edição do Festival Internacional de Órgão – FIO – arranca dia 18 e promete levar a diferentes espaços do concelho os maiores nomes do órgão em Portugal e do estrangeiro. A iniciativa junta os Municípios de Santo Tirso e Famalicão.

Ao longo de quatro anos consecutivos, o património organístico de Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão foi sendo ce­lebrado com a realização de um conjun­to de Ciclos de Concertos de Órgão que agora ganham o estatuto de festival. A quinta edição tem início este mês e irá proporcionar um conjunto de seis concertos im­perdíveis, levados a cabo no sentido da valorização do património organeiro e organístico de ambos os municípios.

Explorando as potencialidades do órgão de tubos serão levados a cabo três concertos em cada um dos concelhos estabelecendo conexões entre a música, a espiritualidade e o património. O primeiro dos quais acontece já dia 18, pelas 21h00 na Igreja de Fontiscos. Favola D’argo reúne Rosana Orsini (soprano), Luciano Botelho (tenor) e Marco Bescia (órgão Späth, 1976). A atuação é seguida por mais dois dias dedicados ao órgão em Santo Tirso com o concerto de Marcos Lázaro e Sérgio Silva (violino e ógão positivo Späth,1981) dia 19, às 21h00 no Mosteiro de Vilarinho e, no dia seguinte à mesma hora, na Igreja Matriz de Santo Tirso, com Letizia Romiti, num espetáculo de órgão solo (realejo histórico atribuído a Manuel de Sá Couto, 1819-1822).

O Festival chega a Vila Nova de Famalicão no fim de semana seguinte para mais três concertos. Simona Fruscella, Manuel Vilas e Saskia Roures, assim como, Johannes Skudlik atuam nas Igrejas Matrizes de Telhado, de Santa Maria de Oliveira e de Ribeirão, respetivamente.

O Festival tem entrada gratuita e junta músicos de países como Portugal, Itália, Grã Bretanha ou Alemanha.

Share.

Leave A Reply