Luís Pinto, o carrasco de sempre !!!

0

CD Aves   2 – 3   GD Chaves

Jogo no Estádio do C D Aves

ÁRBITRO – João Pinheiro

C D AVES – Quim, Renato Reis, Romaric, Miguel Vieira, Jorge Ribeiro, André Costa (Diogo Pires, 68), Luís Manuel (Andrew, 59), Grosso, Perdigão (Zé Valente, 77), Pedro Pereira e Caballero.

CHAVES – Paulo Ribeiro, João Góis, Miguel Ângelo, Paulo Monteiro, João Vicente, Bruno Magalhães, Patrão, Hugo Santos, Raphael Guzzo (Lamine Ba, 76), Luís Pinto (Arnold, 61) e João Vieira (Ricardo Chaves, 86).

CARTÃO AMARELO – Paulo Monteiro (02 e 73), Caballero (17), Luís Manuel (43), Renato Reis (71), Arnold (85) e Patrão (90+1). Cartão vermelho – Paulo Monteiro (73).

GOLOS – 1-0, Caballero (3 m gp); 1-1, Raphael Guzzo (23m); 1-2, Luís Pinto (38m); 1-3, Luís Pinto (42m); 2-3, Zé Valente (82m).

jogo_aves

Depois do empate perante o Benfica B, que completou uma serie de cinco jogos sem perder, o C D Aves tinha hoje perante os transmontanos de Chaves, um duro teste à sua invencibilidade. Tal scor, caiu por terra perante a poderosa equipa flaviense, um forte candidato à subida, desde o arranque do campeonato.

Por sua vez, o D. Chaves reaproximou-se dos lugares cimeiros, ao vencer por 3-2 no reduto do C D Aves, depois de se encontrar em desvantagem logo aos três minutos na sequência de uma grande penalidade Caballero passou os da casa para a frente do marcador.

A formação de Fernando Valente até entrou bem na partida, ao contrário do que é habitual, com um golo logo aos três minutos, mas, ainda na primeira parte, Raphael Guzzo (23) e Luís Pinto (38 e 42) deram a volta ao marcador.
Zé Valente (82 minutos) ainda voltou a marcar para a formação da casa, mas já não evitou que o Chaves amealha-se mais uma preciosa vitória em terra alheia.
Até ao final, o C D Aves apertou o cerco à defensiva flaviense e em vários momentos andou perto da igualdade, mas, o resultado já não viria sofreu alteração. Esta foi uma derrota demasiado penalizadora, para os comandados de Fernando Valente, que, tiveram na inspiração de Luís Pinto, aliás, como em épocas anteriores, o seu grande carrasco.

Nota: Por motivos técnicos, foi impossível levar até si a 2ª parte do relato, por esse motivo pedimos as nossas desculpas. A DIREÇÃO
OS MELHORES DO C D AVES – Renato 3 – Caballero 2 – Perdigão 1

TREINADORES:

Share.

Comments are closed.